Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14,1-12) (V Dom. do Tempo Pascal)

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Não se perturbe o vosso coração. Tendes fé em Deus, tende fé em mim também. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fosse, eu vos teria dito. Vou preparar um lugar para vós, e quando eu tiver ido preparar-vos um lugar, voltarei e vos levarei comigo, a fim de que onde eu estiver estejais também vós. E para onde eu vou, vós conheceis o caminho.’ Tomé disse a Jesus: ‘Senhor, nós não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?’ Jesus respondeu: ‘Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. Se vós me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. E desde agora o conheceis e o vistes.’ Disse Felipe: ‘Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta!’ Jesus respondeu: ‘Ha tanto tempo estou convosco, e não me conheces, Felipe? Quem me viu, viu o Pai. Como é que tu dizes: `Mostra-nos o Pai’? Não acreditas que eu estou no Pai e o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo, mas é o Pai, que, permanecendo em mim, realiza as suas obras. Acreditai-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Acreditai, ao menos, por causa destas mesmas obras. Em verdade, em verdade vos digo, quem acredita em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai.




1. Perturbação e fé

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Não se perturbe o vosso coração. Tendes fé em Deus, tende fé em mim também.

O contexto deste evangelho é a Última Ceia. Jesus está comunicando as coisas mais importantes a seus discípulos, seu testamento espiritual, e com certeza as palavras de Jesus despertam emoções conflitantes neles. E, como escreve o próprio evangelista, uma delas é a perturbação, que Jesus vê no rosto e no coração dos irmãos. Representamos, com um pano escuro, essa emoção dos discípulos: a perturbação.

ESPELHAMENTO: minha perturbação atual

–   Pensando em sua vida: Você reconhece uma perturbação em você? Qual a causa? Por que você está perturbado? O que o incomoda agora?

Mas Jesus oferece aos discípulos a SOLUÇÃO para esta perturbação: a FÉ. Representamos com um pano cor-de-rosa, que indica paz e tranquilidade, a fé, como resposta à perturbação, como superação da perturbação: tenha fé em Deus e tenha fé em mim também. Colocamos este pano em cima do escuro, porque a fé ajuda a superar, a vencer as perturbações. Onde há fé, a perturbação diminui e desaparece, como agora o pano escuro: não o vemos mais, ou o vemos pouco, porque o pano rosa conseguiu contê-lo…”.

ESPELHAMENTO: Barômetro entre perturbação e fé

Podemos dizer, então, que quanto mais fé eu vivo, menos me sinto perturbado… Representamos essa verdade criando uma linha que tem esses dois panos, ou seja estas duas realidades – perturbação e fé – como suas pontas, como extremos desta linha imaginária que representa meu hoje, meu modo de viver. Então lhe pergunto: neste momento de sua vida, o que está prevalecendo em você? Perturbação ou fé? Vou marcar a metade dessa linha com um pano (coloque-o no centro da linha), porque é importante que nos situemos ou de um lado ou do outro… Ontem poderia ter sido diferente, amanhã poderia ser diferente… mas hoje, onde você se percebe, entre perturbação e fé?

No final retirar os panos.


2. Uma casa com muitos lugares

Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fosse, eu vos teria dito. Vou preparar um lugar para vós, e quando eu tiver ido preparar-vos um lugar, voltarei e vos levarei comigo, a fim de que onde eu estiver estejais também vós.

Para lidar com essa perturbação, Jesus fala de uma casa, e coloco um pano marrom aqui no meio para representá-la. O lar representa segurança, família, paz… E Jesus diz aos discípulos que esta casa está lá e que eles poderão ir, mas não sozinhos, e sim com ele. O que dá paz é Jesus, é estar com Jesus. Então coloco nesta casa Jesus, representando-o com um pano vermelho.

ESPELHAMENTO: Onde é o meu lar

Esse pano representa simbolicamente esse lugar que Jesus iria preparar, mas que, na realidade, ele já preparou para nós… Imagine, neste momento, de entrar nesta casa, experimentar esse ‘estar com Jesus’, experimentar essa proximidade.

O que representa esta casa para você? Qual é o lugar onde você sente mais forte a presença de Jesus?


3. Eu sou o Caminho

E para onde eu vou, vós conheceis o caminho.’ Tomé disse a Jesus: ‘Senhor, nós não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?’ Jesus respondeu: ‘Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida.

(Coloque de um lado Jesus, do outro a casa).

Jesus está conosco na casa mas também nos indica o caminho para chegar nesta casa. Eu sou o caminho… Para chegar a esta casa, a esta paz, se olharmos para Jesus, sabemos como nos mover, sabemos o caminho. Convido você, agora, a manter seu olhar fixo em Jesus, deixando sua imaginação e o que sabe sobre ele fluir… (Enquanto se olha para algumas características de  Jesus, formar com os panos como um caminho entre ele e a casa do Pai.)

(verde) Jesus curou… o cego, o leproso, o aleijado, o enfermo…. Como eu posso curar? Como eu posso não tanto curar fisicamente, mas posso levar a paz nos corações, dar escuta… curar feridas  interiores… É o caminho para o Pai…

(laranja) Jesus acolheu… as crianças, os pecadores, as prostitutas… os pequenos…. Eu posso acolher, sobretudo os pequeninos, os rejeitados… Este é o caminho

(amarelo) Jesus ensinou… suas palavras eram retas, verdadeiras, e tocava os corações… Eu posso ensinar, ajudar outros no caminho, se eu vivo o que ensino, se minha vida mostrar a retidão das minhas palavras

(roxo) Jesus denunciou… a hipocrisia, a vanglória, a fome de poder e de honra, o pôr a economia antes da religião e da vida (pensamos aos vendedores no templo)… O caminho é também denunciar o que está errado…

(rosa escuro) Jesus amou… Lázaro e seus amigos… o jovem rico que queria segui-lo… Zaqueu lá, na árvore… O caminho é amar qualquer um, seja um amigo, seja um homem de bons desejos ou um pecador… Este é o caminho…

(azul) Jesus perdoou… os discípulos que continuamente erravam, os pecadores, e enfim, lá na cruz, a humanidade que o matava… O perdão é o caminho.

(vermelho escuro) Jesus acolheu a cruz… o caminho para a casa do Pai é estar com Jesus, seguir Jesus… e no seguimento chegamos à cruz, não é possível desviá-la, então é caminho para o Pai acolher a cruz de cada dia, pequena ou grande que for…

(dourado) Jesus deu a vida… Quando falou estas coisas, Jesus estava lá, mas sabemos como será sua despedida do mundo: dando a vida… E para seguir Jesus, para seguir o caminho, precisa se acostumar a dar a vida…

ESPELHAMENTO:

Olhamos a Jesus Caminho… Quais passos do caminho ainda não consigo fazer? Por qual caminho em que Jesus me guia hoje é difícil passar? Pelo curar… acolher… ensinar… denunciar… perdoar… acolher a cruz… dar a vida?


4. O rosto do Pai

Ninguém vai ao Pai senão por mim. Se vós me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. E desde agora o conheceis e o vistes.’ Disse Felipe: ‘Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta!’ Jesus respondeu: ‘Há tanto tempo estou convosco, e não me conheces, Felipe? Quem me viu, viu o Pai. Como é que tu dizes: `Mostra-nos o Pai’? Não acreditas que eu estou no Pai e o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo, mas é o Pai, que, permanecendo em mim, realiza as suas obras. Acreditai-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim.

Mas nesta casa, há algo de precioso, de importantíssimo: o Pai (coloque o PANO DO PAI dourado na casa. Jesus nos ajuda a chegar ao Pai, mas no mesmo tempo nos faz conhecer, ao longo do caminho, o Pai.

Se vós me conhecêsseis… Conhecemos mais Jesus e, portanto, conhecemos também o Pai. Quem me vê, vê o Pai… Tentamos ver Jesus neste momento… Peço que repensem no que foi dito sobre ele, estas características de Jesus que são também do Pai… e que você pode experimentar… O Pai te cura… te acolhe… te ensina… denuncia ou seja te faze tomar consciência do que está errado em você… te perdoa… E ele, em Jesus, acolheu a cruz… e nele deu a vida para você….

ESPELHAMENTO:

Quais destas características do Pai você sente mais na sua vida? Qual presença real e viva Ele está doando a você hoje?”. E quais, destas, você sente mais dificuldades a perceber, no seu relacionamento com o Pai?


5. A obra do Pai

Leitura de Jo 14,10b-11

As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo, mas é o Pai, que, permanecendo em mim, realiza as suas obras. Acreditai-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Acreditai, ao menos, por causa destas mesmas obras.

(Coloque o pano do Pai perto de Jesus).

Jesus é o caminho para o Pai, nos mostra o Pai… porque o Pai está nele…. Mistério de profunda unidade. E assim, o que Jesus faz é a obra do Pai… Mas cada um é chamado a deixar que o Pai cumpra sua obra nele…

ESPELHAMENTO:

Em Jesus Ele fez sua obra… o Pai quer viver também com você esta unidade profunda… Você o deixa entrar? E, ainda mais, quer fazer uma obra em você… que obra Ele deseja fazer em você? Que projeto Ele tem sobre você que deseja concluir? Que obra começou em sua vida? Convido você a olhar para dentro de si mesmo novamente e compreender não apenas o rosto do Pai, mas a ação dele em sua vida.


Conclusão

Em verdade, em verdade vos digo, quem acredita em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai.

Eu estou no Pai, o Pai em mim… eu vou para o Pai… e faço uma obra grande…

Mas nós temos a possibilidade de fazer ainda mais que Jesus! Curar ainda mais, ensinar ainda mais, acolher ainda mais, amar ainda mais… Pois temos a força de sermos juntos, tantos… e a igreja fez muito mais que Jesus, em 2000 anos de história…

Mas há uma condição: ACREDITAR. E coloco de novo, perto de Jesus, estes dois panos: o da perturbação e o da fé. Pois agora o presente de Jesus é ainda maior: não só  superar a perturbação, o medo, pela fé, mas também fazer obras maiores do que ele…

ESPELHAMENTO

Cabe a nós escolher. E você hoje o que escolhe?

Esta entrada foi publicada em Meditações, Meditações Joao. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.