Perfil antropológico

 

Na base da experiência do Bibliodrama está a certeza de que o que move cada um que se abre à Palavra é o Espírito Santo, que habita já dentro de nós pelo dom do Batismo. Cada encontro inicia ajudando os participantes a se colocarem em relação com o Espírito Santo, de forma interior e pessoal.

 

Símbolos, como uma chama da vela, podem ajudar a reconhecer a ação do Espírito dentro da própria vida, espelhando no símbolo algo que Ele proporcionou: luz, calor, movimento e impulso a amar, purificação… Tomando cons-ciência da ação do Espírito dentro de si, liberta-se ainda mais sua ação pessoal no encontro, de forma que cada um se torna instrumento para iluminar os outros, oferecendo com sua experiência aspectos