Domingo de Ramos (Proposta para a liturgia)

A liturgia deste domingo, com a procissão e as bênçãos dos ramos e a leitura da paixão, não nos permite prolongar com a inserção de outras experiências.

No entanto, vamos dar algumas sugestões para tornar a liturgia ainda mais rica:

– Procissão dos ramos: a personagem “Jesus” e os “apóstolos” podem ser representados por pessoas que usam panos e podem preceder a procissão.

– A leitura da paixão pode ser feita com a presença de todas as personagens, mesmo neste caso simplesmente representados com um pano. Antes da leitura da paixão, o sacerdote ou o facilitador podem apresentar as personagens ou elas mesmas podem se apresentar, ajudando a assembléia a entrar na história antes de iniciar a leitura.

– No momento da leitura da crucificação, uma grande imagem de Jesus crucificado pode ser projetada, ou o crucifixo que já tiver na igreja pode ser valorizado, convidando as pessoas a observá-lo enquanto a leitura está sendo proclamada.

– Cada pessoa pode encontrar nos bancos folhas pequenas com o desenho da cruz. Antes de ler a paixão, ou a qualquer outro momento for pensado melhor, o ministro pode convidar todos a escrever, na folha, sua própria cruz, a que mais pesa em sua existência, ou simplesmente associar a ela uma palavra no seu coração. No momento do ofertório, cada um pode entregar, juntamente com a oferta, sua própria cruz como sinal de comunhão e colaboração no plano de salvação de Deus, acrescentando seus sofrimentos aos sofrimentos de Jesus.

Esta entrada foi publicada em ANO LITURGICO A, Bilbliodrama Liturgico. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.