1. Abrir à dimensão espiritual: invocação do Espírito Santo

A fase de introdução e aquecimento prevê normalmente um momento de oração ao Espírito Santo, curto mas intenso. Na frente de muitas formas diferentes desta invocação, o Bibliodrama privilegia um modo pessoal, propondo o encontro com o Espírito deixado à liberdade e espontaneidade do participante. Este momento livre e espontâneo pode acontecer em silêncio, concluindo com uma breve oração feita em conjunto (por exemplo, a oração “Glória ai Pai”).

De acordo com o conceito de “pessoa” verdadeiramente cristão que está debaixo do método do bibliodrama, é bom ajudar os participantes não tanto a invocar uma presença “fora deles” quanto a torná-los conscientes da presença do Espírito Santo neles, dom do batismo. A filosofia do Bibliodrama parte da certeza que o Espírito abraça por dentro a pessoa, e a sua dinâmica quer facilitar este encontro com o divino. Conscientizar sobre esta realidade pode contribuir para uma maior abertura ao dom de Deus.

Normalmente ajuda colocar uma vela no centro; pode-se usar música de fundo ou uma música para invocar o Espírito (mesmo gravada) que ajuda à interiorização e abertura.

Se o encontro de Bibliodrama for vivido por um grupo que se encontra constantemente, é bom viver este momento inicial de forma criativa, escolhendo maneiras diferentes para conscientizar dessa Presença.

Em contextos seculares, o encontro de Bibliodrama pode ser proposto como aprofundamento cultural: neste caso, por respeito aos participantes que podem ser também de religiões diferentes, não se vive a oração; mesmo com isso, não se deve desistir de propor um momento de espiritualidade. Sem apontar o discurso da fé cristã, o facilitador pode ajudar os participantes a entrar em contato com a realidade mais espiritual dentro deles, que em diferentes filosofias e espiritualidade é chamado de “alma”.

Esta entrada foi publicada em Ferramentas para a Fase 1. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *